Polícia / Trânsito

Criança tem pele arrancada durante acidente com caminhão em MS

Duas equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) se mobilizaram às 14h15min da tarde desta terça-feira (24) para socorrer uma criança de 10 anos após um acidente de trânsito no bairro Vila Zuque em Três Lagoas. Conforme informações policiais, a vítima transitava com uma bicicleta na companhia de um amigo pela Rua Manoel […]

Arquivo Publicado em 25/07/2012, às 09h12

None

Duas equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) se mobilizaram às 14h15min da tarde desta terça-feira (24) para socorrer uma criança de 10 anos após um acidente de trânsito no bairro Vila Zuque em Três Lagoas.

Conforme informações policiais, a vítima transitava com uma bicicleta na companhia de um amigo pela Rua Manoel Mendes e ao tentar atravessar à Rua Maria Guilhermina Esteves atingiu a parte traseira de um caminhão Mercedes Benz de placas GLS 4009, conduzido por C.A.F de 35 anos.

Segundo o motorista do caminhão, um dos garotos se salvou pulando da bicicleta que estava sem freios, arremessando o amigo contra seu veículo. O SAMU resgatou o garoto ao Hospital Auxiliadora consciente com escoriações na face e ferimentos graves no tórax e costas.

A criança ficará internada para uma avaliação médica e reconstituição da pele do tórax e costas, que foram arrancadas durante o acidente. A Polícia Militar registrou a ocorrência na 2º Delegacia de Polícia Civil de Três Lagoas.

A tia do garoto informou a reportagem que seu sobrinho está em sua residência no Vila Zuque há alguns dias devido a mãe do menino ter viajado para o interior paulista.

REDUTOR DE VELOCIDADE

Moradores da região informaram a reportagem da Rádio Caçula que a Rua Maria Guilhermina Esteves precisa urgente de alguns redutores de velocidade entre a região dos bairros Santa Rita e Santos Dumont II.

O motivo seria os constantes acidentes de trânsito que acontecem na extensão da referida rua. Segundo eles, a reivindicação será levada ao conhecimento do Departamento de Trânsito municipal para que os redutores sejam instalados na localidade.

Jornal Midiamax