Polícia / Trânsito

Motorista que teria causado acidente com vítima fatal se apresenta

O representante comercial J. P. L., de 45 anos, se apresentou na tarde desta terça-feira (21), na delegacia de Coxim, como o motorista do Fiat Uno que teria causado o acidente que resultou na morte de M. F. A., de 19 anos. J. P. L. chegou à delegacia acompanhado da advogada, por volta das 15 horas. […]

Arquivo Publicado em 22/12/2010, às 01h28

None

O representante comercial J. P. L., de 45 anos, se apresentou na tarde desta terça-feira (21), na delegacia de Coxim, como o motorista do Fiat Uno que teria causado o acidente que resultou na morte de M. F. A., de 19 anos. J. P. L. chegou à delegacia acompanhado da advogada, por volta das 15 horas. Depois de pouco mais de 48 horas, o representante comercial deu a sua versão da fatalidade.


O acidente aconteceu às 12h15 de domingo (19) nos altos da avenida Virgínia Ferreira, em Coxim. A vítima fatal pilotava uma Honda Fan, que se chocou com o carro dirigido por J. P. L.. O motociclista foi arrastado por aproximadamente 10 metros e sem a proteção do capacete acabou batendo a cabeça numa caixa de distribuição de telefonia, localizada no canteiro central da avenida. A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros, mas duas horas depois morreu no Hospital Regional Álvaro Fontoura.


A única versão para o caso, até então, era de testemunhas. Segundo a Polícia Militar, uma testemunha informou que o carro e a moto desciam a avenida. No momento em que a moto ultrapassava, o carro deu seta e tentou virar a esquerda, causando a colisão.


J. P. L. disse que descia a avenida e dava seta para virar a esquerda. A motocicleta também descia e em alta velocidade tentou ultrapassar pela esquerda.


J. P. L. afirmou que desceu do carro, acionou o Corpo de Bombeiros e saiu do local por medo. O representante comercial disse ter se assustado ao ver um revólver no chão. A arma de calibre 38 realmente foi encontrada no local do acidente.

Jornal Midiamax