Polícia

Ex-funcionário é suspeito de ‘desviar’ R$ 62 mil em vales-refeição dos trabalhadores de usina em MS

Polícia Civil atribui a ele ao menos 246 crimes de estelionato

Renan Nucci Publicado em 14/01/2022, às 10h28

Polícia Civil durante cumprimento de mandado na casa do suspeito
Polícia Civil durante cumprimento de mandado na casa do suspeito - Divulgação

Homem de 35 anos é investigado por suspeita de desviar R$ 62 mil em benefícios de vale-refeição dos funcionários da usina sucroalcooleira em que trabalhava, na região do município de Costa Rica, a 384 quilômetros de Campo Grande. Nesta sexta-feira (14), a Polícia Civil cumpriu mandado de busca e apreensão na casa dele para apurar crimes de estelionato, lavagem de dinheiro e invasão de dispositivo informático.

Conforme divulgado pela corporação, na ação, os policiais apreenderam um pendrive e um notebook contendo dados de 1.600 trabalhadores da empresa, dentre os quais nome completo, CPF e número do cartão de alimentação. Consta que, no período em que ele atuou na usina, o indivíduo  desempenhou a função de analista, o que dava a ele acessos privilegiados.

Assim, segundo informado pela polícia, se aproveitando das atribuições profissionais, o suspeito fez compras em empresas da cidade, bem como se tornou empresário individual e, em nome de sua empresa, fez gastos para sacar valores dos cartões de alimentação dos trabalhadores. Neste sentido, teria praticado ao menos 246 crimes de estelionato.

Consta ainda que, sem autorização, invadiu o sistema da usina e teve acesso a várias informações sigilosas, meio pelo qual chegou aos benefícios. No âmbito da lavagem de dinheiro, consta que desviou cerca de R$ 62 mil dos trabalhadores e direcionou para a sua empresa, a fim de ocultar a origem ilícita dos recursos. Ele foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil para prestar interrogatório.

Jornal Midiamax