Polícia

Chip de celular com problema cria suspeita de roubo que acaba em vias de fato entre senhoras

Dona de número de celular achou que tinha sido roubada por outra mulher

Fábio Oruê Publicado em 08/01/2022, às 22h27

None
Foto: Divulgação

Um possível problema técnico causado por operadora de celular resultou em uma briga em vias de fato entre mães e filhas, na tarde deste sábado (8), no loteamento Marçal de Souza, em Campo Grande. 

Segundo boletim de ocorrência, Eduarda*, de 39 anos, relatou à PM (Polícia Militar) que perdeu um celular Samsung A32 enquanto estava em um atacadista da Capital. Ao ligar para o seu número, Carolina*, de 30, foi quem atendeu. Na conversa, Carolina disse que o seu aparelho é um Samsumg A.S e que não achou em nenhum mercado - se quer tinha estado no local que Eduarda tinha perdido o celular. 

Eduarda então foi na casa de Carolina para checar as informações. No local, ela tornou a ligar para seu número e o aparelho de Carol tocou novamente. Porém, ela disse que o número de celular é diferente - o aparelho tem dois chips com números diferentes do de Eduarda - e não sabia o que estava acontecendo. 

A partir deste momento, conforme o documento policial, os ânimos começaram a se exaltar e as duas entraram em vias de fato. Para defender as filhas, as mães de Eduarda e Carolina, de 61 e 56 anos também entraram na briga e acabaram se machucando. Uma com ferimento na parte interna da boca e outra perto dos olhos. 

Todas as quatros foram encaminhadas para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário). No local, em novo teste, a polícia fez a ligação para o número de Eduarda e de Carolina, e ambos tocaram no mesmo chip, sendo constatato alguma falha da operadora. Não há informações sobre o celular perdido de Eduarda. 

*Os nomes foram trocados para preservar a identidade das envolvidas.

Jornal Midiamax