Polícia

VÍDEO: garagista foi visto pela última vez na Avenida Guaicurus antes de desaparecer

Câmera de segurança filmou o empresário com um conhecido

Renata Portela e Thatiana Melo Publicado em 02/12/2021, às 18h45

Carlos foi visto junto com conhecido
Carlos foi visto junto com conhecido - (Reprodução)

Foi divulgado nesta quinta-feira (2) um vídeo de câmera de segurança em que Carlos Reis Medeiros, o ‘Alma’, aparece na Avenida Guaicurus, em Campo Grande. Esta teria sido a última vez em que ele foi visto antes do desaparecimento, na manhã de terça-feira (30).

O vídeo mostra o garagista, às 9h50, na calçada da avenida com um homem conhecido, conversando. Esta teria sido a última imagem do empresário, que segue desaparecido. Equipes policiais fazem buscas pelo homem e há suspeita de que ele estaria sendo cobrado por pessoas de quem teria emprestado dinheiro.

Segundo familiar de Carlos, a esposa chegou a trocar as fechaduras da casa após o desaparecimento do garagista. A camionete S10 do garagista foi encontrada trancada em um terreno. Após o sumiço, o filho chegou a postar nas redes sociais pedidos de ajuda para quem tivesse informação do pai.

Carros em desmanche

Os 11 carros do garagista encontrados em um desmanche na noite dessa quarta-feira (1º), na Travessa Pompéu, região do Jardim Centro-Oeste em Campo Grande, foram avaliados em cerca de R$ 100 mil. Antes de desaparecer, Carlos teria recebido ameaças.

No desmanche, foram encontrados carros populares como Uno, Fiesta, Celta, Pálio e um Corolla. Os veículos avaliados em cerca de R$ 100 mil seriam uma forma de garantia dada para quem emprestava dinheiro de Carlos, segundo a polícia. Boa parte dos carros estão desmontados.

Dois homens acabaram presos quando foram flagrados em um desmanche com os veículos do garagista, e outros dois liberados. Os suspeitos levados para a delegacia não revelaram quem teria repassado os veículos.

No local, eles chegaram a dizer que compraram os carros por R$ 15 mil em um site de vendas. Ainda segundo informações, os carros estavam com avarias e pareciam ser comprados de leilões. Os suspeitos pagaram fiança de R$ 5,5 mil e devem ser liberados.

A mulher de Carlos já foi ouvida na delegacia e relatou as ameaças que o marido estaria sofrendo.

Desaparecimento de Carlos

A esposa do garagista procurou delegacia em Campo Grande, na noite dessa terça-feira (30), após o marido desaparecer depois de sair para trabalhar. A caminhonete dele foi encontrada em um depósito.

Informações da ocorrência são de que o comerciante saiu com sua caminhonete S-10 por volta das 8 horas da manhã de terça (30) para resolver problemas do trabalho. A esposa tentou contato com o marido pelo telefone sem sucesso.

Ela também contou que, recentemente, Carlos mudou os veículos de local. Os carros estavam na Avenida Bandeirantes e foram levados para um terreno na rua Babilônia, na lateral do Asilo Dom Bosco, no Bairro Tiradentes ao lado de uma igreja.

No início da noite de terça, a esposa e os filhos de Carlos estiveram na garagem e visualizaram um guincho recolhendo dois veículos. O motorista do guincho, perguntado sobre a vítima, teria informado que o garagista estaria na região da Avenida Bandeirantes. A polícia segue investigando o caso.

Jornal Midiamax