Polícia

Se passando por policial, golpista pede entregas, marmitas e recarga fiado

A Polícia Militar de Chapadão do Sul, município distante 330 quilômetros de Campo Grande, emitiu nesta sexta-feira (22) alerta sobre golpe. Estelionatários têm entrado em contato com comércios da região solicitando compras fiado e recargas, em nome de um policial. Por volta das 13 horas, telefonaram para um restaurante pedindo a recarga de celular e […]

Renan Nucci Publicado em 22/01/2021, às 18h24

Foto Ilustrativa
Foto Ilustrativa - Foto Ilustrativa

A Polícia Militar de Chapadão do Sul, município distante 330 quilômetros de Campo Grande, emitiu nesta sexta-feira (22) alerta sobre golpe. Estelionatários têm entrado em contato com comércios da região solicitando compras fiado e recargas, em nome de um policial.

Por volta das 13 horas, telefonaram para um restaurante pedindo a recarga de celular e algumas marmitas, em nome do “Tenente Farias”. Desconfiado, o comerciante telefonou para o quartel e foi informado se tratar de golpe.

No entanto, cerca de uma hora depois, chegou ao quartel um entregador alegando que havia ido deixar uma encomenda de água e cobrar um depósito de R$ 350 feito em nome do “Tenente Farias”. Foi aí que ele constatou que foi enganado.

“A Polícia Militar esclarece que nenhum policial está autorizado a solicitar qualquer tipo de recurso em nome da corporação, em hipótese alguma é solicitado pela PM a inserção de créditos em celulares. Caso receba ligação ou mensagem semelhante, a PM orienta a comunidade e os empresários que não façam depósitos bancários ou recargas telefônicas”, diz a PM em nota.

Jornal Midiamax