Polícia

Preso com cocaína comprou caminhão com acerto trabalhista para ‘investir’ no tráfico

Droga foi avaliada em R$ 5 milhões

Thatiana Melo Publicado em 01/10/2021, às 10h45

None
(Divulgação)

O motorista de um caminhão preso com uma carga de cocaína pela Polícia Federal, nesta quinta-feira (30), na BR-060, em Campo Grande, havia comprado o veículo por R$ 280 mil para ‘investir’ no tráfico de drogas. 

Quando preso, ele contou aos policiais que já havia sido preso anteriormente pelos crimes de receptação, contrabando e porte ilegal de arma, cumprindo pena de cinco meses e quatro dias. O autor ainda revelou que usou dinheiro do acerto trabalhista para comprar o caminhão, no valor de R$ 280 mil, onde seriam colocados os 212 quilos de cocaína avaliados em R$ 5 milhões. 

Ele buscou a droga em Ponta Porã e iria levá-la a Rio Verde e para o serviço receberia o valor de R$ 15 mil. Os policiais encontraram no caminhão cerca de 212 quilos de cocaína, sendo que 171 quilos eram de pasta base e 41 quilos de cloridrato de cocaína. A droga estava em um dos semirreboques. Após a constatação da presença do compartimento oculto no último semirreboque, o caminhão foi encaminhado à Superintendência da Polícia Federal, onde todo o material foi retirado. 

Jornal Midiamax