Polícia

Preso ameaça matar agentes penitenciários da Máxima e diz que quem manda é o PCC

Ele estaria embriagado durante o banho de sol

Renata Portela Publicado em 14/11/2021, às 16h29

Caso aconteceu na Máxima
Caso aconteceu na Máxima - (Arquivo, Midiamax)

Na tarde deste domingo (14), foi registrado caso de ameaça no Estabelecimento Penal Jair Ferreira de Carvalho, o Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande. Um detento ameaçou dois agentes de morte, dizendo que quem mandava no presídio era o PCC (Primeiro Comando da Capital).

Segundo o registro feito pelos agentes na delegacia, o interno se aproximou da grade que separa os presos no banho de sol dos agentes, no Pavilhão 2A, e estava visivelmente embriagado. Ele teria dito que mataria os dois agentes, “Eu sou PCC e aqui quem manda é o PCC. Daqui um ano vou sair dessa cadeia e vou matar vocês na rua”, disse.

Ainda conforme os agentes, o interno alegou que eles teriam agredido uma visitante dele. No entanto, ele não teve visitas neste domingo. O preso xingou os agentes e acabou denunciado por ameaça e injúria contra funcionário público. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.

Jornal Midiamax