Polícia

Polícia Militar Ambiental autua infrator em R$ 5 mil por exploração ilegal de madeira

A Polícia Militar Ambiental de Bela Vista recebeu no quartel, uma equipe de Policiais Rodoviários Federais, que encaminhavam ontem (23) no final da tarde, um caminhão em péssimo estado de conservação e também o motorista não possuía habilitação. Além da ocorrência de trânsito realizada pela PRF, o caminhão Chevrolet pertencia ao proprietário de uma carvoaria […]

Diego Alves Publicado em 24/03/2021, às 21h33

PMA
PMA - PMA

A Polícia Militar Ambiental de Bela Vista recebeu no quartel, uma equipe de Policiais Rodoviários Federais, que encaminhavam ontem (23) no final da tarde, um caminhão em péssimo estado de conservação e também o motorista não possuía habilitação. Além da ocorrência de trânsito realizada pela PRF, o caminhão Chevrolet pertencia ao proprietário de uma carvoaria e transportava uma carga de 16 m³ de lenha sem documentação ambiental. O homem de 45 anos, residente em Bela Vista, afirmou possuir uma carvoaria e que havia ganhado a madeira de um proprietário rural e que pegou o material na fazenda a 45 km da cidade e levaria para fazer carvão em sua carvoaria.

Hoje (24), a PMA localizou o fazendeiro, de 66 anos, residente em Bela Vista, que confirmou a doação da madeira, porém, informou que não possuía a licença do material lenhoso. Não havia o Documento de Origem Florestal (DOF), que é o documento ambiental para o transporte e armazenamento de qualquer produto florestal. Foram apreendidos o veículo e a lenha.

A carvoaria do homem que havia ganhado a madeira possuía a licença ambiental. Dessa forma, o proprietário da fazenda foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 5.000,00, devido a exploração da madeira ilegalmente. Ele também responderá por crime ambiental e poderá receber pena de detenção seis meses a um ano.

Jornal Midiamax