Polícia

Polícia fecha laboratório que produzia drogas em fazenda na fronteira com MS

Centro de produção funcionava em área localizada em Capitan Bado, na divisa com Coronel Sapucaia, no Mato Grosso do Sul

Marcos Morandi Publicado em 10/11/2021, às 09h35

Agentes da Senad, durante pesagem de maconha encontrada em fazenda
Agentes da Senad, durante pesagem de maconha encontrada em fazenda - Divulgação

Agentes Especiais da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) do Paraguai desarticularam, na manhã desta quarta-feira (10), um centro de produção e processamento de maconha. O laboratório funcionava na fazenda Santa Rosalina, conhecida como "Trabuco", na jurisdição de Capitan Bado, na fronteira com Coronel Sapucaia, no Mato Grosso do Sul.

Durante vistorias no local, os agentes descobriram um verdadeiro complexo de produção de narcóticos, formado por uma rede de 9 grandes plantações e acampamentos de maconha. A operação na propriedade rural foi realizada em coordenação com o procurador Celso Morales.

Após patrulharem intensamente a floresta, os agentes confirmaram as informações tratadas em nível de investigação. No local, foram encontrados 6.540 quilos de maconha. A droga já estava picada e prensada.

Além da apreensão da maconha já processada, foram encontrados 70 quilos de sementes, juntamente com peneiras e outros instrumentos. Segundo a Senad, os agentes também conseguiram destruir dois hectares de plantação de maconha. Ao todo, estima-se que foram eliminadas mais de 12 toneladas da droga.

Jornal Midiamax