Polícia

‘Pode atirar, não vou parar’: Perseguição a 170 Km/h acaba com agressor preso em MS

Agrediu a esposa por causa do jantar

Thatiana Melo Publicado em 08/06/2021, às 09h14

None
(Ilustrativa)

Na noite desta segunda-feira (7), um homem de 44 anos acabou preso pela polícia de Paranaíba a 407 quilômetros de Campo Grande, após agredir a esposa de 42 anos e a enteada de 19 anos, por causa do jantar. Ele ainda tentou fugir em um carro a mais de 170 km/h.

O homem começou a discussão com a mulher por volta das 21h55 da noite desta segunda (7), quando ele havia chegado na sua residência alterado recamando que a esposa não cuidava dele e não havia dado o jantar para ele. A mulher, então, serviu o homem que se levantou e passou a agredi-la.

A filha da vítima foi defender a mãe e acabou sendo agredida pelo padrasto, que fugiu antes da chegada dos militares. Os policiais foram atrás e o encontraram conduzindo o carro em alta velocidade iniciando uma perseguição.

O autor estava a mais de 170 km/h. Um policial conseguiu emparelhar a moto contra o veículo, foi quando o homem teria dito ‘Pode atirar, não vou parar’. Ele foi parado e na carroceria do carro, os policiais encontraram 2.660 maços de cigarros. Ele acabou preso e levado para a delegacia.

Jornal Midiamax