Polícia

PMA realiza operação nos rios Pardo e Anhanduí e autua três por pesca ilegal

Diego Alves Publicado em 31/05/2021, às 23h28

Divulgação, PMA
Divulgação, PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Bataguassu realizou operação nos rios Pardo e Anhanduí e autuou três paulistas por pesca ilegal e apreende pescado, barco, motor e petrechos de pesca

Policiais ambientais de Bataguassu realizavam fiscalização no último final de semana, nos rios Pardo e Anahanduí, nos municípios de Bataguassu, Nova Andradina e Santa Rita do Pardo e autuaram três pescadores por pesca ilegal ontem (29) à tarde. Os Policiais fiscalizaram os pescadores, que estavam em uma embarcação no rio Pardo, em um local a 70 km da cidade de Santa Rita do Pardo e verificaram que eles praticavam pesca sem a licença ambiental.

Com os infratores foram apreendidos: um peixe da espécie pacu capturado irregularmente, um barco, um motor de popa e os petrechos de pesca utilizados na pescaria ilegal. Pela infração, um açougueiro, de 45 anos, residente em Garça (SP), que havia capturado o peixe foi autuado administrativamente multado em R$ 400. Um agricultor, de 45 anos e um trabalhador rural de 42 anos, ambos residentes em Echaporã (SP), foram autuados administrativamente e foram multados em R$ 300 cada um. O pescado foi doado para uma instituição filantrópica no município de Bataguassu.

A pesca sem licença não é crime ambiental. Trata-se apenas de infração administrativa. Pagando a multa, os infratores poderão ter o material apreendido restituído.

Jornal Midiamax