Polícia

Polícia Federal faz operação contra fraude no auxílio emergencial em MS

São cumpridos dois mandados em Deodápolis

Thatiana Melo Publicado em 27/10/2021, às 08h31

None
(Divulgação PF)

Foi deflagrada, na manhã desta quarta-feira (27), pela Polícia Federal, a operação ‘Inescrupulosos’ contra fraude em auxílio emergencial de contas em nomes de ‘laranjas’. São cumpridos mandados em Deodápolis. 

As investigações tiveram início em maio deste ano, quando foram analisadas as informações registradas na BNFAE (Base Nacional de Fraudes ao Auxílio Emergencial), que acabou identificando um beneficiário das fraudes relacionadas à concessão do benefício emergencial. 

Foi descoberto que os investigados criavam contas fraudulentamente em nome de terceiros, ‘laranjas’ no aplicativo “Caixa Tem” para, depois, efetuarem o pagamento de boletos bancários que tinham os valores depositados em contas de titularidade dos próprios investigados.

São dois mandados de busca e apreensão em Deodápolis, expedidos pela Justiça Federal, com a finalidade de identificar a participação de outros envolvidos ou vítimas nas fraudes bancárias.

Nome da operação

O nome da operação faz alusão ao modo de atuação dos investigados que, mesmo diante da pandemia da Covid-19, vislumbraram a oportunidade de fraudar o auxílio emergencial, sem se importar com a vulnerabilidade de milhares de brasileiros que realmente faziam jus ao pagamento.

Jornal Midiamax