Polícia

Para roubar e matar artista plástica, bandido pulou muro de mais de 3 metros em Campo Grande

Idosa foi encontrada morta pela filha e polícia investiga

Dayene Paz Publicado em 04/05/2021, às 12h49 - Atualizado às 12h57

None
Artesã foi assassinada em casa | Imagem: Facebook

Após mais de quatro horas, a Polícia Civil e perícia deixaram a casa da artista plástica Catarina Marquesi Moreira, de 72 anos, encontrada morta na manhã desta terça-feira (04) no bairro Monte Castelo, em Campo Grande. A polícia não divulgou detalhes do caso, mas a princípio é apurado o crime de latrocínio, roubo seguido de morte. O bandido teria acessado a residência pulando um muro com mais de três metros de altura.

Ao lado da residência de Catarina há uma casa abandonada, onde foi possível o acesso do autor para a casa da vítima. O local também foi periciado pela equipe da Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos).

Imagem: Henrique Arakaki
Imagem: Henrique Arakaki

Vizinhos relataram ao Jornal Midiamaxque a idosa, que morava há mais de 40 anos no local, dava aulas de pintura e também vendia alguns quadros feitos por ela. "Uma pessoa tranquila, querida, morava há muito tempo aqui", disse o vizinho, que se surpreendeu com a notícia da morte nesta manhã. "A filha dela era amiga da minha filha, só vi ela correndo para abraçar minha filha falando que a Catarina havia sido morta", lamentou.

As informações sobre como ocorreram os fatos ainda estão sendo levantadas pela polícia. A princípio, após pular o muro da casa, o autor teria rendido a vítima. O marido, que também é idoso e mais debilitado, não teria escutado pois usa aparelho auditivo. Objetos da casa e alguns quadros foram revirados, mas não há informações do que foi levado da residência.

Catarina teria sido agredida e foi encontrada amarrada, ferida, já sem vida. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel) esteve no local e constatou o óbito. Há câmera de segurança na vizinhança que pode ter flagrado a movimentação. O caso segue em investigação pela Derf.

Jornal Midiamax