Polícia

Mulher procura a delegacia depois de ex-marido divulgar vídeos íntimos ela

Vídeo foi enviado ao irmão da vítima

Thatiana Melo e Dayene Paz Publicado em 16/04/2021, às 11h53

None
(Henrique Arakaki, Midiamax)

Uma jovem de 21 anos procurou a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) nesta quinta-feira (15) depois de ter vídeos íntimos divulgados pelo ex-marido de 22 anos, logo após om fim do casamento que durou três anos.

Na delegacia, ela contou que o casal está separado há 1 mês e que o ex não aceita o fim do relacionamento e que no dia 12 março, o autor teria enviado um vídeo que teria ela nas imagens em relações sexuais com ele. Após mandar o vídeo pelo WhatsApp, o homem apagou, mas firmou para ela que se precisasse poderia mandar para outras pessoas.

A jovem ainda relatou que depois ficou sabendo que o vídeo havia sido enviado para o seu irmão. O casal tem um bebê de 2 anos. O caso foi registrado como divulgação de material pornográfico.

Crime

Art. 218-C. Oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, vender ou expor à venda, distribuir, publicar ou divulgar, por qualquer meio - inclusive por meio de comunicação de massa ou sistema de informática ou telemática -, fotografia, vídeo ou outro registro audiovisual que contenha cena de estupro ou de estupro de vulnerável ou que faça apologia ou induza a sua prática, ou, sem o consentimento da vítima, cena de sexo, nudez ou pornografia: Pena - reclusão, de 1 (um) a 5 (cinco) anos, se o fato não constitui crime mais grave.

Jornal Midiamax