Polícia

Modelo campo-grandense descobre que era filmada em provador e denuncia agência

O dono da agência foi levado para a delegacia

Renata Portela Publicado em 08/12/2021, às 09h02

Caso foi registrado na Deam
Caso foi registrado na Deam - (Arquivo, Midiamax)

Na segunda-feira (6), modelo de Campo Grande acionou a Polícia Militar após perceber que estava sendo filmada no provador de uma agência, que fica na Rua Rui Barbosa. O responsável foi encaminhado para a delegacia.

Em desabafo nas redes sociais, a modelo contou que foi até a agência para renovar as fotos do portfólio. “Nunca tive motivos para desconfiar dessa agência”, declarou. Após aproximadamente 5 trocas de roupas, depois de fazer várias fotos, ela desconfiou de um notebook que estava na sala de provador.

Segundo a modelo, o aparelho estava ligado, tocando música. No entanto, ela percebeu a luz verde da câmera ligada, quando foi olhar o notebook e encontrou o aplicativo da câmera, que estava aberto e gravando a vítima. Ela contou ainda que tudo tinha sido gravado, desde a hora que ela chegou. “Deu para ver o dono da agência ajeitando a câmera, pelas gravações”, afirmou.

A modelo chamou a irmã que também estava na agência e elas gravaram as imagens pelo celular, como prova do ocorrido. Em seguida, acionaram a assessora, que chamou a Polícia Militar. “Passamos medo, porque só estávamos nós e o dono da agência”. Os policiais conduziram o homem para a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), onde foi registrado boletim de ocorrência.

A modelo ainda declarou que iria fazer fotos com a filha naquele dia. “Podia ter trocado as roupas dela ali sem perceber, graças a Deus não deu tempo”, disse.

Jornal Midiamax