Polícia

Marido esfaqueado após agredir mulher será monitorado com tornozeleira eletrônica

Ele também está proibido de se aproximar da vítima

Renata Portela Publicado em 13/09/2021, às 13h46

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

Passou por audiência de custódia nesta segunda-feira (13), o homem, de 32 anos, esfaqueado após agredir a esposa e ainda tentar atingir a vítima com uma faca. Ele ganhou liberdade provisória, com medidas cautelares, como monitoramento por tornozeleira eletrônica.

O acusado também não poderá sair do convívio do lar, nem se aproximar da mulher, num raio de 300 metros. Ele foi detido por violência doméstica, após agredir várias vezes a esposa e ainda chegar a amolar uma faca, na tentativa de esfaquear a vítima.

Relembre o caso

No sábado (11), por volta das 10 horas, o homem saiu dizendo à esposa que iria até uma mercearia para buscar fumo e fazer algumas compras. Os dois moram em uma casa perto da sede da fazenda, onde o acusado trabalha.

Com a demora do marido, a mulher resolveu ir atrás dele por volta das 16 horas. Ao chegar à mercearia, foi informada que o companheiro tinha bebido e dormiu em uma cadeira. Ao acordar, o autor passou a xingar e dar socos na mulher.

Quando o casal chegou em casa, ele continuou a agredir a vítima e passou a amolar uma faca, partindo para cima da mulher, que se defendeu e acabou o esfaqueando. O golpe atingiu o pescoço do homem e fez um corte de 10 centímetros.

Ela saiu, então, a procura do patrão do marido pedindo ajuda. A polícia foi acionada, assim como o socorro que encaminhou o homem para a Santa Casa.

Jornal Midiamax