Polícia

Ladrão que furtou caminhão e dirigiu bêbado diz que era do PCC e venderia veículo no Paraguai

O motorista, de 33 anos, preso em flagrante ao dirigir um caminhão furtado e colidir com um poste no cruzamento das avenidas Bom Pastor e Eduardo Elias Zahran, na manhã deste domingo (21), disse na delegacia ser membro da facção PCC (Primeiro Comando da Capital). Conforme o boletim de ocorrência, registrado a tarde, ele relatou […]

Danielle Errobidarte Publicado em 21/02/2021, às 16h51 - Atualizado em 22/02/2021, às 08h19

Batida ocorreu por volta das 7h deste domingo. (Foto: Henrique Arakaki)
Batida ocorreu por volta das 7h deste domingo. (Foto: Henrique Arakaki) - Batida ocorreu por volta das 7h deste domingo. (Foto: Henrique Arakaki)

O motorista, de 33 anos, preso em flagrante ao dirigir um caminhão furtado e colidir com um poste no cruzamento das avenidas Bom Pastor e Eduardo Elias Zahran, na manhã deste domingo (21), disse na delegacia ser membro da facção PCC (Primeiro Comando da Capital).

Conforme o boletim de ocorrência, registrado a tarde, ele relatou que levaria o veículo até o Paraguai, onde venderia. Ainda disse que a prática de furtar caminhões é “rotineira aqui no Estado do MS” e que “na segunda-feira já estaria solto e voltaria a ‘arrastar’ caminhões e caminhonetes para a fronteira”. Segundo ele, a prática “fortalece a família PCC”.

O choque do caminhão com o poste resultou em dano na caixa de distribuição telefônica e no poste de iluminação pública, além do para-choque do veículo. O autor ainda confessou estar com três costelas quebradas, lesão ocorrida após um acidente com uma caminhonete também furtada há 15 dias, enquanto tentava fugir.

Ele não apresentou documento pessoal e se identificou com o número de seu RG. Horas depois, o proprietário do caminhão compareceu à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro e explicou que havia deixado o veículo para conserto na oficina – de onde foi furtado – no último dia nove.

Jornal Midiamax