Polícia

Julgamento de assassino de ex-prefeito de Amambai tem transmissão ao vivo pela internet

Luis Fernandes, o ‘Paraguaio’, de 55 anos, era funcionário de Dirceu Lanzarini e está preso desde o dia 13 de março

None

Com repercussão em Mato Grosso do Sul, o julgamento do capataz de fazenda, Luis Fernandes, o ‘Paraguaio’, de 55 anos, que começou às 9h desta quarta-feira tem transmissão ao vivo pelo Youtube. Ele é acusado de matar a tiros o ex-prefeito de Amambai e secretário estadual Dirceu Lanzarini, 62 anos e ter disparado contra o genro da vítima que chegou a ficar em estado grave, mas se recuperou.

Algumas pessoas arroladas no processo já prestaram depoimentos, entra elas o genro do ex-prefeito, Kesley Aparecido Vieira Matricardi e a filha da víima, Marina Lanzarini. Nas primeiras falas o genro relatou que tanto Dirceu Lanzarini, quanto ele, tinham bom relacionamento com o capataz, informação também confirmada pela filha da vítima.

Em um trecho do depoimento, Kesley relatou que o ex-prefeito tinha total confiança no capataz. O genro também contou que chegaram depois das 9h na fazenda e que o ataque aconteceu após   ‘Paraguaio´ ter sido questionado pelo ex-prefeito pelo fato de não ter feito a semeadura de uma área, conforme foi recomendado. “Jamais esperávamos isso. Meu sogro ajudava muito a família dele”, disse Kesley.

Segundo a denúncia, na manhã do dia 24 de fevereiro de 2020, Lanzarini e o genro foram até a fazenda Jaçanã, onde ‘Paraguaio´ era funcionário. Após conversa, Dirceu teria questionado Luis sobre trabalho, plantio, quando o acusado sacou o revólver que levava na cintura.

O capataz disse ter sido chamado à atenção e atirou contra Dirceu e o genro, que foi atingido por disparos no braço e pescoço, mas conseguiu dirigir até a cidade. Diante da gravidade dos ferimentos, o ex-prefeito teve que ser transferido o Hospital do Coração, em Dourados.

Dirceu chegou a ficar algumas horas na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) mas morreu momentos depois no hospital. O genro do ex-prefeito, Kesley Aparecido Vieira Matricardi também ficou internado em estado grave, mas resistiu. Luis ainda permaneceu foragido após o crime, mas acabou encontrado e preso no 13 de março.

Nota da Redação: a transmissão do julgamento do acusado pela assassinato do prefeito pode ser acompanhada pelo link: https://www.youtube.com/watch?v=a2lkMOVbzfM&ab_channel=TribunaldoJ%C3%BAriAmambai-MS

Jornal Midiamax