Polícia

Idosa que comandava "boca de fumo" no Paraguai é presa com quase 60 doses de crack

No Paraguai, o número de mulheres chefes de família envolvidas com o tráfico é crescente

Marcos Morandi Publicado em 12/06/2021, às 08h50

Polícia também encontrou dinheiro e telefones celulares
Polícia também encontrou dinheiro e telefones celulares - Senad/Divulgação

Agente da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) do Paraguai prenderam uma idosa de 66 anos após ser flagrada com 58 doses crack. Ela comandava a “boca de fumo” que funcionava bairro Arroyo Porá, na cidade de Cambyretá.

A residência foi localizada pelos agentes da Senad após investigações sobre a prática de tráfico de drogas na região. Com a idosa também foram encontrados dois aparelhos celulares e uma quantia não divulgada de dinheiro.

Segundo o promotor Carlos Gómez, que acompanhou a operação, casos de mulheres chefes de família vinculadas ao tráfico de drogas continuam preocupantes. Embora estejam detidas, outros parentes, incluindo seus filhos, se reagrupam e continuam com o crime.

Jornal Midiamax