Polícia

Homem procura a polícia depois de ter galinha e galo de estimação furtados

Criminosos ainda levaram uma bicicleta

Marcos Tenório Publicado em 17/11/2021, às 14h46

Autor que entrou no imóvel saiu correndo do local carregando um saco, com as aves
Autor que entrou no imóvel saiu correndo do local carregando um saco, com as aves - (Foto: Ilustrativa)

Um homem, de 47 anos, teve a casa invadida por duas vezes em 18 dias no bairro Coemat, em Itaporã, a 233 quilômetros de Campo Grande. Os criminosos levaram uma bicicleta, uma galinha e um galo.

Em depoimento para a polícia, a vítima relatou que sua residência possui algumas aves no quintal. Ele disse ainda que tinha duas galinhas e um galo que eram de estimação e não para consumo.

A vítima disse que, no dia 30 de outubro, entraram em sua casa e levaram uma bicicleta. Já no dia 15 deste mês, a residência foi invadida novamente e, dessa vez, levaram duas aves que estavam empoleiradas nos fundos do quintal.

O morador afirmou que foi até um vizinho nas proximidades, o qual possui câmeras de monitoramento, e conseguiu imagens dos autores. Nas imagens é possível ver dois homens, um possivelmente menor de idade e outro maior, que chegam em frente a casa da vítima em uma bicicleta tipo "monark". Um deles entra no quintal do imóvel, enquanto o outro espera na rua. Pouco tempo depois, o autor que entrou no imóvel sai correndo do local carregando um saco, com as aves.

Ao conversar com outros moradores, uma vizinha contou que viu quando os autores passaram na frente da casa dela e logo voltaram carregando as aves.

O homem ainda teria pedido para o vizinho as filmagens do dia do furto da bicicleta, entretanto devido à capacidade de armazenamento de arquivos, não conseguiram as imagens da data do furto. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Jornal Midiamax