Polícia

Homem é preso em flagrante com 18 kg de pescado ilegal

Curimbatá, Piraputanga e Pintado

Diego Alves Publicado em 25/10/2021, às 19h28

Divulgação PMA
Divulgação PMA

A Polícia Militar Ambiental prendeu e autuou em R$ 2,36 mil pescador por pesca predatória ao capturar pescado acima da cota e apreende 18 kg de pescado em Bonito, cidade a 297 quilômetros de Campo Grande.

Pescador de 43 anos foi detido, quando retornava de uma pescaria ilegal neste domingo (24) à noite. Policiais Militares Ambientais de Bonito, que trabalham na operação Hot Point, realizavam fiscalização na Rodovia conhecida como Estrada do Quati, localizada a 10 km da cidade e abordaram uma motocicleta, na qual havia duas varas de pesca com molinetes e sete exemplares de peixes das espécies Curimbatá, Piraputanga e Pintado, pesando 18 kg.

O homem, residente em Bonito, afirmou que voltava de uma pescaria no rio Miranda, onde havia capturado o pescado. O infrator só poderia capturar e abater somente um exemplar de peixe nativo e mais cinco exemplares de piranhas e não havia piranha entre os peixes e, portanto, houve a captura e transporte de pescado acima da quantidade permitida, o que é crime. Foram apreendidos o pescado, os molinetes com varas e o veículo.

O infrator, residente em Bonito, recebeu voz de prisão e foi conduzido à delegacia de Polícia Civil da Bonita, juntamente com o material apreendido, onde ele foi autuado em flagrante por crime ambiental de pesca e transporte de produto da pesca predatória. A pena é de um a três anos de detenção. O infrator também foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 2.360,00. O pescado será doado para instituições filantrópicas, depois de periciado.

Jornal Midiamax