Polícia

Garotas de programa são presas tentando transportar 50 tabletes de maconha em ônibus

Três mulheres foram presas na tentando transportar maconha em malas de viagem, dentro de ônibus em Amambai, distante 352 km da Capital. Duas delas eram garotas de programa e moram no Pernambuco, e terceira é do Pará e confessou estar transportando droga para presidiário. Conforme informações do registro policial, a primeira mulher foi encontrada com […]

Danielle Errobidarte Publicado em 18/03/2021, às 17h19

Droga estava dentro de malas (Foto: Ilustrativa | Arquivo Midiamax)
Droga estava dentro de malas (Foto: Ilustrativa | Arquivo Midiamax) - Droga estava dentro de malas (Foto: Ilustrativa | Arquivo Midiamax)

Três mulheres foram presas na tentando transportar maconha em malas de viagem, dentro de ônibus em Amambai, distante 352 km da Capital. Duas delas eram garotas de programa e moram no Pernambuco, e terceira é do Pará e confessou estar transportando droga para presidiário.

Conforme informações do registro policial, a primeira mulher foi encontrada com 20 tabletes de maconha, totalizando 15,5 quilos da droga. Ela confessou ter sido contratada por um rapaz desconhecido, de quem só sabia o nome e que era presidiário.

A mulher, de 42 anos, não soube informar quanto receberia para levar a droga até a Capital, pois ‘acertaria’ somente quando chegasse ao destino. Contudo, o dinheiro para o custeio da viagem foi depositado na conta corrente de sua filha, sacado pelo marido. Com ela foram encontrados R$ 87.

Em seguida, policiais militares encontraram duas passageiras que viajavam juntas, de 20 e 23 anos, com quatro malas contendo aproximadamente 42 quilos de maconha, distribuídas em 50 tabletes. Elas disseram que moram no município de Carpina, em Pernambuco, e que vieram para a região trabalhar como garotas de programa. Há três dias, elas teriam conhecido dois rapazes, com quem combinaram de levar as malas até Dourados.

Apesar de alegarem que não receberiam para o transporte, foram encontrados R$ 2428 na carteira de uma delas. As mulheres foram presas e encaminhadas à DP (Delegacia de Polícia) de Amambai.

Jornal Midiamax