Polícia

Homem que estuprou pacientes internadas em unidade de saúde de Campo Grande disse que estava bêbado

Ele passou por audiência de custódia e deverá ficar preso

Gabriel Neves Publicado em 02/09/2021, às 11h19

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - (Foto: Arquivo/Midiamax)

O ajudante de pedreiro, de 52 anos, acusado de estuprar a filha, 29 anos, e uma idosa, 60 anos, que estavam internadas em uma unidade de saúde, teve sua prisão preventiva decretada na manhã desta quinta-feira (2), em Campo Grande. Ele alega estar bêbado e diz não ter cometido os crimes.

Interrogado, o homem afirmou que nunca abusou da filha ou de qualquer outra pessoa, mas disse que estava bêbado, por isso seria inocente caso o crime tivesse ocorrido. O caso aconteceu na madrugada da quarta-feira (1°) e foi flagrado por uma funcionária do local.

Segundo a testemunha, ela teria visto o autor estuprando a filha e então foi pedir ajuda. Ao retornar para o quarto, notou que a idosa, também internada no local, estava com o short e roupa íntima abaixada até a altura do joelho, não sendo possível que a própria paciente abaixasse as roupas porque estava sedada.

Ainda de acordo com relatos, o homem foi visto andando nu pelo quarto onde estavam internadas as pacientes. Ele foi detido pelos funcionários até a chegada da Guarda Municipal, que o levou para a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher).

Jornal Midiamax