Polícia

Ferido a facadas no Serradinho teve morte encomendada pelo PCC por acerto de contas

O homem de 35 anos ferido a facadas e possível tiro na manhã desta segunda-feira (25), na Vila Serradinho, em Campo Grande, disse durante o socorro, que sua morte havia sido encomendada pela facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital). Segundo informações passadas ao Jornal Midiamax, testemunhas teriam chamado a viatura do Corpo de Bombeiros […]

Thatiana Melo Publicado em 25/01/2021, às 09h41 - Atualizado às 11h14

(Henrique Arakaki, Midiamax)
(Henrique Arakaki, Midiamax) - (Henrique Arakaki, Midiamax)

O homem de 35 anos ferido a facadas e possível tiro na manhã desta segunda-feira (25), na Vila Serradinho, em Campo Grande, disse durante o socorro, que sua morte havia sido encomendada pela facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

Segundo informações passadas ao Jornal Midiamax, testemunhas teriam chamado a viatura do Corpo de Bombeiros que estava na região fazendo outro atendimento para o homem, que foi encontrado caído no chão ensanguentado e com vários ferimentos, no ombro, coxa, mão e pé. Uma das perfurações seria de arma de fogo nas costas.

Ele foi socorrido e durante o resgate contou que teria saído da facção criminosa PCC, a qual fazia parte, sendo que depois disso sua morte foi encomendada e que nesta segunda (25), o ‘disciplina do PCC’ teria ido atrás dele para cometer o crime, mas não disse se o autor estaria a pé, de moto ou com um comparsa. No meio do trajeto, uma ambulância do Samu fez a interceptação para levar a vítima até a Santa Casa.

O homem teria passagens por violência doméstica, receptação e estupro.

Jornal Midiamax