Polícia

Ferida a tiros pelo ex-marido, mulher fica paraplégica e passa por cirurgia na Santa Casa

Estado de saúde é grave

Renata Portela Publicado em 29/09/2021, às 13h54

O homem foi encontrado em uma chácara
O homem foi encontrado em uma chácara - (Divulgação, PCMS)

Vítima de tentativa de feminicídio na terça-feira (28), em Costa Rica, cidade distante 384 quilômetros de Campo Grande, mulher de 37 anos está na Santa Casa de Campo Grande, onde passa por cirurgia. Ferida com tiro que atravessou a cervical, ela acabou ficando paraplégica.

Segundo informações da Santa Casa de Campo Grande, a vítima deu entrada na manhã desta quarta-feira (29), com ferimentos de arma de fogo no flanco direito, um tiro que atravessou o ombro esquerdo e também o tiro que atravessou a cervical da vítima.

Ela passou por uma laparotoma exploradora e a equipe da neurologia fez avaliação, constatando a paraplegia. Neste momento, ela passa por cirurgia sob cuidados da urologia e também da cirurgia geral.

Entenda o caso

Depois de já ter sido preso em 11 de abril por violência doméstica e ganhar liberdade dois dias depois, homem de 49 anos foi detido nesta terça por tentar matar a ex-mulher. Ele atirou quatro vezes contra a vítima, que ficou em estado grave, e foi encontrado em uma chácara, após tentar suicídio.

Segundo as informações da Polícia Civil, em abril o suspeito foi preso por ameaça, mas solto dois dias depois. Na noite de terça-feira, ele foi até a casa da ex-mulher e ficou esperando, quando a vítima chegou de carro com uma colega do trabalho.

Assim, o autor foi até o veículo, tirou a passageira de dentro e atirou quatro vezes contra a ex-mulher, fugindo em seguida em uma motocicleta. Polícia Civil e Militar fizeram buscas e localizaram o suspeito em uma chácara, deitado nas margens do rio, com um ferimento por disparo de arma de fogo na cabeça.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e socorreu o homem, que foi encaminhado para o hospital de Costa Rica. A vítima foi transferida para Campo Grande, por conta da gravidade dos ferimentos. Ainda segundo a polícia, a arma pode ter sido jogada no rio, já que não foi encontrada. O acusado responderá pela tentativa de feminicídio.

Jornal Midiamax