Polícia

Família acredita que corpo achado em córrego é de pastor que sumiu em Campo Grande

Pastor estava desaparecido desde a última segunda-feira (23), quando saiu para ir à igreja

Thatiana Melo e Mariane Chianezi Publicado em 26/08/2021, às 09h30

Família se desespera com corpo encontrado em rio
Família se desespera com corpo encontrado em rio - (Henrique Arakaki, Midiamax)

Familiares do pastor desaparecido Valdenei Lopes Souza Júnior, de 28 anos, acreditam que o corpo encontrado no córrego, na Avenida Ernesto Geisel, seja do pastor. O corpo foi encontrado seminu por populares, na manhã desta quinta-feira (26). 

Um familiar, que não quis se identificar, disse ao Jornal Midiamax que todos acreditam ser o pastor que foi reconhecido pelos cabelos. Segundo este familiar, Valdenei era uma pessoa boa, que não tinha problemas com ninguém. Ele estava desaparecido desde a última segunda-feira (23), quando saiu para ir à igreja. Todos estão muito abalados. 

O corpo do pastor foi retirado das águas pelo Corpo de Bombeiros. No corpo havia marcas nas costas, mas não s sabe se são de agressões ou por ter se enroscado em algum galho nas águas. A perícia é aguardada no local para a confirmação. 

[Colocar ALT]
Caption

Desaparecimento

O pastor sumiu na última segunda (23), e como de costume, Valdenei sai de casa na Rua General Carneiro por volta das 19h e vai a pé até a igreja que fica a uma distância aproximada de um quilômetro.

Quando desapareceu, Valdenei estava com uma camisa do São Paulo Futebol Clube e uma calça jogger preta. “Tinha oração na igreja, ele saiu e logo depois minha cunhada chegou do trabalho”, disse a irmã de Valdenei que mora vizinha ao irmão.

Karla conta que como Valdenei demorou para retornar da igreja, a cunhada enviou mensagem, tentou ligar mas o celular estava desligado. Ela então ligou para os membros da igreja já no final da noite desta segunda e foi informada que o rapaz não havia ido ao culto.

Jornal Midiamax