Polícia

‘Fake news’ acusam empresário de roubar caminhões e ele denuncia calúnia

Empresário de 49 anos, morador em Brasilândia, a 382 quilômetros de Campo Grande, procurou a Polícia Civil para registrar boletim de ocorrência de calúnia, após passar a ser acusado de integrar uma quadrilha especializada no roubo de caminhões. Prints com fotos dele nas redes sociais têm sido espalhados em grupos como ‘fake news’ sobre os […]

Renan Nucci Publicado em 22/02/2021, às 18h02 - Atualizado às 18h04

Foto:Ilustrativa/Pixabay
Foto:Ilustrativa/Pixabay - Foto:Ilustrativa/Pixabay

Empresário de 49 anos, morador em Brasilândia, a 382 quilômetros de Campo Grande, procurou a Polícia Civil para registrar boletim de ocorrência de calúnia, após passar a ser acusado de integrar uma quadrilha especializada no roubo de caminhões. Prints com fotos dele nas redes sociais têm sido espalhados em grupos como ‘fake news’ sobre os roubos.

Conforme boletim de ocorrência, a vítima disse que há 5 anos está em Mato Grosso do Sul e tem uma empresa estabelecida no ramo de transportes. Na manhã de domingo (21), recebeu um telefonema do irmão, morador no interior de São Paulo, que relatava o ocorrido. O irmão dizia que prints de fotos da vítima estavam sendo divulgados na internet.

As informações alegavam falsamente que o empresário seria do bando que rouba caminhões, especialmente em São Paulo. Pelas redes sociais, o empresário conseguiu identificar o responsável por uma postagem que o acusa de roubo. Tal indivíduo alegou que estava fazendo a divulgação, uma vez que teve o caminhão roubado por suspeitos que usavam as fotos do empresário nas redes sociais.

A vítima disse que esclareceu o mal-entendido ao indivíduo que se retratou e a orientou a procurar a polícia. No entanto, como tais ‘fake news’ têm sido espalhadas em massa na internet, estão causando prejuízo ao empresário. Por este motivo, ele registrou boletim de ocorrência por calúnia, a fim de responsabilizar a todos que o acusam injustamente.

Jornal Midiamax