Polícia

Empresa mato-grossense é multada em R$ 10,2 mil por transporte de carga de madeira ilegal

A PMA foi ao local para realizar a autuação administrativa

Diego Alves Publicado em 10/05/2021, às 23h34

Divulgação, PMA
Divulgação, PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) autuou uma empresa mato-grossense em R$ 10,2 mil por transporte de carga de madeira ilegal apreendida pela PRF (Polícia Rodoviária Federal). Policiais ambientais de Bataguassu deslocaram-se ao Posto da Polícia Rodoviária Federal daquela cidade, localizado no Km 18, da BR 267, ao serem acionados neste domingo (09).

A PMA foi ao local para realizar a autuação administrativa (multa ambiental), a uma empresa proprietária de um caminhão Volvo tractor, com uma carreta bitrem acoplada, que estava com uma carga de madeira que estaria sendo transportada ilegalmente.

O veículo deslocava-se da cidade de Marcelândia (MT), onde foi carregado para Joinville (SC). O caminhão transportava madeira nativa serrada e o Documento de Origem Florestal (DOF), que é o documento ambiental para o transporte e armazenamento de qualquer produto florestal estava vencido. Além disso, quando os Policiais Militares Ambientais realizaram a cubagem da madeira transportada verificaram que havia 3 m³ de madeira acima do descrito na nota fiscal e no documento ambiental, o que também se caracteriza como crime ambiental.

Na cubagem da madeira perfez 37 m³ e na nota fiscal constava 34 m³, caracterizando um excesso de 3 m³. O veículo e a madeira foram apreendidos e a empresa responsável, com domicílio jurídico em Marcelândia (MT), foi autuada administrativamente em R$ 10.219,00. Os responsáveis pela empresa ainda poderão responder criminalmente com pena de detenção prevista de seis meses a um ano.

Jornal Midiamax