Polícia

Empresa é multada em R$ 5,7 mil por transporte de madeira ilegal

Policiais ambientais deslocaram-se ao posto da PRF de Ponta Porã

Diego Alves Publicado em 25/10/2021, às 22h08

Divulgação, PMA
Divulgação, PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) autuou uma empresa em R$ 5,7 mil por transporte de carga de 18,7 m³ madeira ilegal abordada pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) em Ponta Porã, cidade a 313 quilômetros de Campo Grande.

Policiais ambientais deslocaram-se ao posto da PRF de Ponta Porã, na última sexta-feira (22)ao serem acionados pelos Policiais que trabalhavam no Posto, para averiguar uma carga de madeira e proceder a possível autuação administrativa (multa ambiental), a uma empresa proprietária da carga de madeira, que estava em um caminhão Mercedes Benz de cor vermelha, a qual estaria sendo transportada ilegalmente.

O veículo deslocava-se da cidade de Amambai, onde foi carregado para Ponta Porã. O caminhão transportava madeira nativa serrada e o Documento de Origem Florestal (DOF), que é o documento ambiental para o transporte, comércio, industrialização e armazenamento de qualquer produto florestal estava vencido, com itinerário diferente, com tipo de madeira diferente de madeira e todas as demais informações não conferiam com a carga. Ou seja, estava tentando passar o material com documento de outra carga que já havia sido transportada, o que se caracteriza como crime ambiental.

Os Policiais Militares Ambientais efetuaram a cubagem da madeira que perfez 18,72 m³. O veículo e a madeira foram apreendidos e a empresa responsável, com domicílio jurídico em Amambai, foi autuada administrativamente em R$ 5.700,00. Os responsáveis pela empresa ainda poderão responder criminalmente com pena de detenção prevista de seis meses a um ano.

Jornal Midiamax