Polícia

Empresa é multada em R$ 20 mil por construção de drenos em área do Rio Dourados

No momento em que os policiais chegaram ao local havia uma máquina retroescavadeira realizando as escavações

Diego Alves Publicado em 17/06/2021, às 20h30

Divulgação, PMA
Divulgação, PMA

A PMA (Polícia Militar Ambeintal) de Dourados autuou um empresa em R$ 20 mil por construção e manutenção de drenos em área protegida de matas ciliares e em várzea do Rio Dourados.

De acordo com a polícia, durante policiamento fluvial no rio Dourados, policiais ambientais autuaram uma empresa rural, por degradações ambientais em área protegida do rio, que corta a propriedade da autuada.

Os policiais constataram durante a fiscalização, a construção de dreno e a manutenção e alargamento de drenos existentes em uma área de várzea, sendo parte da área de preservação permanente de mata ciliar do rio, sem a licença ou autorização do órgão competente.

No momento em que os policiais chegaram ao local havia uma máquina retroescavadeira realizando as escavações dos drenos. As atividades foram interditadas e a máquina foi apreendida.

Ainda segundo a PMA,a empresa, com domicílio jurídico em Dourados, foi autuada administrativamente pela degradação de área protegida e foi multada em R$ 20 mil. Os responsáveis também responderão por crime de degradação de área de preservação permanente (APP), com pena prevista de um a três anos de detenção.

A empresa autuada também foi notificada a apresentar um Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada, junto ao órgão ambiental. Os autos também serão encaminhados ao Ministério Público para possível abertura de ação civil pública de reparação dos danos ambientais.

Jornal Midiamax