Polícia

Dois dias após invasão hacker no sistema, Sanesul continua sem atendimento presencial

Solicitações devem ser feitas pelo 0800

Renata Portela Publicado em 28/12/2021, às 08h30

None
(Divulgação)

Após pouco mais de 48 horas da descoberta de que o sistema de controle da Sanesul (Empresa de Saneamento Básico de Mato Grosso do Sul) sofreu uma invasão por um hacker, o atendimento presencial segue suspenso nesta terça-feira (28). O caso é investigado pela polícia.

Conforme a assessoria de comunicação da concessionária, os pedidos emergenciais devem ser feitos no 0800 e a empresa deve avisar assim que retomar com o atendimento presencial. O crime é investigado pela Polícia Civil de Campo Grande e foi registrado na manhã de segunda (27).

Entenda o caso

Neste fim de semana, o sistema da Sanesul sofreu um ataque hacker. Conforme apurado pela reportagem, os sistemas de controle da empresa foram comprometidos pelo ataque e, no momento da invasão, o hacker teria enviado uma mensagem à empresa, que não teve o conteúdo divulgado. Com isso, os serviços da Sanesul foram prejudicados.

O site da empresa está fora do ar e serviços básicos presenciais como leitura e faturamento, cadastro de novos consumidores, abertura de ordens de serviços e todos aqueles feitos por meio do sistema operacional ficaram inoperantes. Além dos técnicos, o setor jurídico da empresa também foi acionado.

O caso deve ser levado à polícia para investigação e a informação repassada é de que os serviços foram prejudicados em todos municípios atendidos pela Sanesul no Estado.

Confira a nota na íntegra:

A Sanesul detectou o problema no fim de semana e adotou as primeiras medidas de monitoramento e restrição. Há uma equipe de tecnologia que está trabalhando para restabelecer o atendimento presencial o mais rápido possível.

É importante lembrar que isso não afeta o abastecimento de água da população. Todos os sistemas operacionais de água estão funcionando.

Os clientes da Sanesul podem utilizar o atendimento 24 horas no 0800 067 6010, normalmente.

A empresa está apurando os fatos e serão divulgados aos órgãos competentes quando forem conclusivos.

Jornal Midiamax