Polícia

Detido após sequestrar e tirar ‘selfie’ com vítima é membro de quadrilha que roubou S10

Casal e menina de 8 anos foram rendidos pelos bandidos

Renata Portela e Marcos Tenório Publicado em 19/11/2021, às 17h23

Arma usada no crime foi apreendida
Arma usada no crime foi apreendida - (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

Preso preventivamente após o roubo e sequestro a um motorista em Campo Grande na madrugada do dia 12, homem de 42 anos conhecido como Tio Sam integra uma quadrilha especializada em roubos. O grupo teria assaltado uma família na noite do dia 8 de novembro, na Avenida Bom Pastor, levando a camionete das vítimas.

Após a prisão do primeiro integrante da quadrilha, os outros envolvidos no roubo da S10 também foram identificados e presos. Segundo o delegado Roberto Oliveira Guimarães, da Defurv (Delegacia Especializada de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos), os quatro autores levaram a camionete até o Paraguai após o roubo, sendo que cada envolvido recebeu R$ 2,7 mil.

Delegado Roberto Guimarães (Foto: Henrique Arakaki)

Após a prisão de Tio Sam, ele confessou o envolvimento no roubo da camionete e revelou a residência usada pelo grupo, para combinar o assalto. O local também foi usado para dividir o dinheiro recebido no roubo. Assim, os policiais foram até a casa, no Jardim Pênfigo, onde encontraram o Honda Fit que era usado pelos criminosos em outros roubos.

Na casa, foram encontrados dois homens de 21 anos, que confessaram o envolvimento no roubo. A arma de fogo usada no assalto também foi apreendida no local. O quarto envolvido, um homem de 34 anos, também foi preso em flagrante logo após o crime, por fazer disparos de arma de fogo em via pública. Detido, ele confessou participação no assalto.

A polícia segue em investigações, para identificar o mentor dos crimes. Após o sequestro do motorista no centro, com participação de Tio Sam, a informação era de que um detento conhecido como ‘Vilão’ seria o mandante. Não há, no entanto, informação se os crimes estão relacionados.

Ainda conforme a polícia, o casal assaltado na Bom Pastor estava com a filha de 8 anos na camionete, quando o motorista parou após perceber algo estranho no veículo. Neste momento, a família foi abordada pela quadrilha armada, que fugiu levando a camionete após ameaçar e apontar a arma para as vítimas.

Jornal Midiamax