Polícia

Condenado homem que tentou matar atual da ex a tiros em funerária e feriu cliente

Ele vai cumprir 8 anos de prisão

Renata Portela Publicado em 21/09/2021, às 16h39

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

Foi a julgamento nesta terça-feira (21) Wellington Barbosa de Almeida, de 28 anos, acusado de tentativa de homicídio contra o então atual namorado da ex-mulher. Ele invadiu a funerária onde as vítimas trabalhavam, atirou várias vezes e ainda atingiu um cliente que aguardava no local, na Avenida Bandeirantes, no Amambaí.

Os jurados decidiram a favor da condenação do réu, que, conforme sentença do juiz Carlos Alberto Garcete, da 1ª Vara do Tribunal do Júri, deverá cumprir 8 anos e 2 meses de reclusão. Ele teve a prisão preventiva mantida e o regime inicial para cumprimento da pena é o fechado.

O crime aconteceu na manhã do dia 1º de dezembro de 2017, logo que o casal chegou no trabalho. Na época, foi apurado que Wellington passou a ser chamado por amigos de ‘corno’, sob suspeita de que a ex-mulher teria mantido um relacionamento extraconjugal com o então namorado, enquanto ainda estava com Wellington.

Movido pelo ódio, ele viu uma foto do casal em uma rede social e decidiu cometer o crime. Wellington aguardou por aproximadamente 20 minutos na frente da funerária, escondido, até que o casal chegasse. Assim que a vítima chegou, foi seguida pelo atirador, que fez vários disparos.

O homem foi atingido e também um cliente, que aguardava no local. Os dois foram socorridos e levados ao hospital e conseguiram se recuperar dos ferimentos. Na época, o autor do crime fugiu do local, mas depois acabou preso.

Jornal Midiamax