Polícia

Carga ilegal de carne é apreendida após polícia receber denúncia de frigorífico clandestino em MS

Fiscalização feita pela Decon (Delegacia de Consumidor), Delegacia de Polícia Civil de Caarapó e Iagro-MS (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal de Mato Grosso do Sul) apreenderam 25 carcaças de carne bovina em um caminhão nesta quarta-feira (24). Eles receberam denúncia de que um frigorífico da cidade estaria funcionando de maneira clandestina. O […]

Danielle Errobidarte Publicado em 24/03/2021, às 15h01 - Atualizado em 25/03/2021, às 10h11

25 carcaças estavam no caminhão (Foto: Ilustrativa)
25 carcaças estavam no caminhão (Foto: Ilustrativa) - 25 carcaças estavam no caminhão (Foto: Ilustrativa)

Fiscalização feita pela Decon (Delegacia de Consumidor), Delegacia de Polícia Civil de Caarapó e Iagro-MS (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal de Mato Grosso do Sul) apreenderam 25 carcaças de carne bovina em um caminhão nesta quarta-feira (24). Eles receberam denúncia de que um frigorífico da cidade estaria funcionando de maneira clandestina.

O frigorífico já havia sido interditado pelo Iagro devido a irregularidades sanitárias. Após monitoramento, os fiscais acompanharam um caminhão que saiu por volta das 3h40. Ao chegarem em frente ao posto da PRF (Polícia Rodoviária Federal), o motorista e passageiro foram abordados.

No compartimento de carga do caminhão foram localizadas 25 carcaças bovinas, todas sem etiqueta de controle de qualidade, o que segundo os fiscais, indica que a carne está imprópria para consumo por não ter a procedência.

O espaço do frigorífico também foi fiscalizado, mas a equipe não encontrou sinais de abate recente nem outras carcaças. Contudo, o local havia sido lavado recentemente.

O motorista alegou que os animais foram abatidos na cidade de Deodápolis, no último sábado (20) e que entregou parte das carnes em açougues e supermercados de Dourados e Caarapó. Ainda segundo ele, o restante, que foi apreendido, teria sido guardado na câmara fria até esta quarta-feira. Ambos foram levados para a Delegacia de Caarapó e a carga foi apreendida.

Jornal Midiamax