Polícia

Capataz de fazenda tenta subornar PM com R$ 10 mil para não ser preso por furto de gado

Na tentativa de não ser preso após furtar 15 cabeças de gado da fazenda de seu patrão, um homem de 34 anos acabou oferecendo propina a policiais militares de Nova Andradina a 297 quilômetros de Campo Grande, nesta madrugada de quarta-feira (24), quando abordado na MS-340. O flagrante com a prisão aconteceu por volta da […]

Thatiana Melo Publicado em 24/03/2021, às 08h00

(Ilustrativa)
(Ilustrativa) - (Ilustrativa)

Na tentativa de não ser preso após furtar 15 cabeças de gado da fazenda de seu patrão, um homem de 34 anos acabou oferecendo propina a policiais militares de Nova Andradina a 297 quilômetros de Campo Grande, nesta madrugada de quarta-feira (24), quando abordado na MS-340.

O flagrante com a prisão aconteceu por volta da 1h30 da madrugada desta quarta (24), quando os policiais faziam rondas nas estradas vicinais e se depararam com o caminhão, onde estavam as 15 cabeças de gado que haviam sido furtadas de numa fazenda de seu patrão, e que já havia feito isso antes sem que o proprietário da fazenda percebesse por não tinha o controle dos animais.

Ele ainda disse que depois desse furto iria fazer mais um levando cerca de 100 cabeças de gado e assim pedir demissão do trabalho. O capataz ainda teria dito aos policiais “o que é necessário para me liberar? Te dou 10 mil”, falou para um dos militares oferecendo mais material furtado aos policiais. Ele recebeu voz de prisão e foi levado para a delegacia. Já o motorista do caminhão foi liberado por que não tinha envolvimento no crime, apenas, tinha sido contratado para transportar o gado.

Jornal Midiamax