Polícia

Capataz de fazenda é preso quando jogava ‘pombos’ por cima de muro da Máxima

Foi preso neste domingo (17), no bairro Jardim Noroeste em Campo Grande, um capataz de fazenda de 24 anos que tentava arremessar por cima dos muros do Presídio de Segurança Máxima cerca de 12 ‘pombos’ com drogas. O flagrante aconteceu por volta da 1 hora da madrugada de domingo (17), quando os policiais estavam fazendo […]

Thatiana Melo Publicado em 18/01/2021, às 11h39

Autor usa celular de dentro da Máxima, no Jardim Noroeste(Arquivo)
Autor usa celular de dentro da Máxima, no Jardim Noroeste(Arquivo) - Autor usa celular de dentro da Máxima, no Jardim Noroeste(Arquivo)

Foi preso neste domingo (17), no bairro Jardim Noroeste em Campo Grande, um capataz de fazenda de 24 anos que tentava arremessar por cima dos muros do Presídio de Segurança Máxima cerca de 12 ‘pombos’ com drogas.

O flagrante aconteceu por volta da 1 hora da madrugada de domingo (17), quando os policiais estavam fazendo rondas na região e flagraram quatro suspeitos nos arredores dos muros da penitenciária. Quando os suspeitos viram a viatura policial fugiram, mas o capataz acabou alcançado e preso.

Com ele, os policiais encontraram 12 ‘pombos’ –nome dado para embrulhos jogados por cima de muros de penitenciárias. Dentro das ‘encomendas’      estavam 30 carregadores, dois fones de ouvido e 175 gramas de maconha. Já na casa do autor ainda foi encontrado dois simulacros de arma.

Ele não disse para quem seria os ‘pombos’ e nem quanto receberia pelo serviço. O capataz passa por audiência de custódia nesta segunda-feira (18), onde será determinada ou não a sua prisão preventiva.

Jornal Midiamax