Polícia

Caçador é autuado por captura e abate de animais silvestres e apreende armadilha

Os policiais realizaram diligências nas proximidades de onde estava a armadilha e encontraram restos de couro

Diego Alves Publicado em 21/09/2021, às 00h04

Divulgação, PMA
Divulgação, PMA


A PMA (Polícia Militar Ambiental) autua caçador por captura e abate de dois animais silvestres da espécie cateto e apreende armadilha de caça utilizada no crime em Chapadão do Sul,

Policiais ambienbtais receberam denúncias de caça ilegal em uma fazenda localizada no município de Chapadão do Sul, a 19 km da cidade, à margem da rodovia MS 306. Uma equipe foi ao local e encontrou uma armadilha de grande porte do tipo jaula em ferro, armada em uma área de vegetação de grande porte de matas ciliares de um córrego (área protegida) com alimento para a captura ilegal de animais silvestres.

Os policiais realizaram diligências nas proximidades de onde estava a armadilha e encontraram restos de couro, cabeça e ossos de dois animais silvestres da espécie cateto, que teriam sido capturados no petrecho de caça. A armadilha foi apreendida. A equipe foi à sede da fazenda, distante cerca de 5 km do local e conseguiu identificar o proprietário da armadilha e responsável pela captura e abate dos catetos, que teriam sido mortos há cerca de 20 a 30 dias.

O infrator, um funcionário e residente na fazenda, foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 1 mil pela caça ilegal dos animais. Ele também responderá pelo crime de ambiental de caça de animais silvestres, cuja pena é de seis meses a um ano de prisão.

Jornal Midiamax