Polícia

Brasileiro encontrado morto enrolado em lona preta viajava frequentemente para a fronteira

Identificado como Maiquel Itamar Bernardo, de 30 anos, o brasileiro encontrado morto na manhã de segunda-feira (25) em Pedro Juan Caballero (PY) viajava constantemente para a região. Ele era morador no Rio Grande do Sul e foi encontrado morto naquela cidade, que faz fronteira com Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande. Segundo o […]

Renata Portela Publicado em 28/01/2021, às 13h23 - Atualizado às 15h17

Vítima teria sido torturada (Foto: Reprodução)
Vítima teria sido torturada (Foto: Reprodução) - Vítima teria sido torturada (Foto: Reprodução)

Identificado como Maiquel Itamar Bernardo, de 30 anos, o brasileiro encontrado morto na manhã de segunda-feira (25) em Pedro Juan Caballero (PY) viajava constantemente para a região. Ele era morador no Rio Grande do Sul e foi encontrado morto naquela cidade, que faz fronteira com Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande.

Segundo o advogado da família, Maiquel era morador em Santa Cruz do Sul (RS) e foi reconhecido pelas fotos que circulavam pela internet. Parentes contaram que ele viajava frequentemente para a região de fronteira com o Paraguai, mas há alguns dias não dava notícias.

Os familiares chegaram a pesquisar nas redes sociais e acabaram encontrando a publicação sobre a morte de Maiquel, que foi reconhecido pela mãe. Conforme a Rádio Império, o advogado do caso é conhecido por atuar em casos de tráfico de drogas. A princípio a suspeita é de envolvimento da vítima com o crime, mas o caso ainda é investigado.

Maiquel teria sido morto em outro local e depois ‘desovado’ em uma das ruas do bairro San Juan Neuman, envolto em uma lona preta. Ele teria sido torturado e o corpo tinha várias lesões, além das pontas de dedos cortadas.

Jornal Midiamax