Polícia

Atacadista é processado após furto de carro no estacionamento em MS

Vítimas viram suspeito manobrando e fugindo com o veículo

Renan Nucci Publicado em 29/04/2021, às 15h36

None
Foto Ilustrativa

Uma família de Campo Grande acionou judicialmente uma empresa atacadista depois de ter seu veículo Fiat Uno furtado no estacionamento do estabelecimento. As vítimas pedem indenizações na ordem de R$ 6,6, referente ao valor do veículo, e mais R$ 10 mil por danos morais. O procedimento tramita na 8ª Vara Cível da Capital.

Consta na petição que em agosto de 2019, por volta das 20 horas, a irmã mais e a mãe da proprietária do carro foram até o estabelecimento comercial para fazer compras. Quando estava saindo do caixa, viram um suspeito manobrando e fugindo às pressas com o automóvel. Desesperadas, elas começaram a gritar por ajuda.

Consta que chegaram a acionar os seguranças da empresa, que nada fizeram para impedir o furto. a Polícia Militar foi acionada, esteve no local, fez rondas e, como não encontrou o suspeito, orientou que as vítimas procurassem a Polícia Civil para registrar boletim de ocorrência. Elas chegaram a pedir imagens de câmeras de segurança, mas sem sucesso.

A empresa teria alegado que não é responsável pelo estacionamento e que não tem câmeras que foca no local onde veículo estava estacionado. Além disso, informou que as imagens ficam armazenadas por até 30 dias e que depois não é mais possível recuperá-las. A Justiça aguarda manifestação das partes para agendar uma audiência.

Jornal Midiamax