Polícia

Antes de invadir casa e estuprar, bandido tentou atacar outra mulher com faca na rua em Campo Grande

Homem foi impedido de cometer outro estupro por guarda que passava pelo local

Thatiana Melo e Dayene Paz Publicado em 24/06/2021, às 09h16

None
(Henrique Arakaki, Midiamax)

Antes de invadir uma casa em Campo Grande, no bairro Vida Nova, e estuprar a moradora, na noite desta quarta-feira (23), o criminoso que agora é procurado pela polícia tentou estuprar outra mulher, uma servidora pública, que voltava para casa após ir ao mercado.

A vítima disse que tinha ido ao mercado por volta das 20 horas da noite desta quarta (23) para comprar um creme de leite, quando na saída foi abordada pelo homem que estava com uma faca e a colocou no pescoço da vítima, “só pedi a Deus”, disse a servidora pública.

Ela só conseguiu se salvar porque um guarda de uma escola perto viu o homem agarrando a mulher e passou a gritar com ele, que fugiu em direção a rua onde fica a residência da vítima, que foi estuprada e amarrada. A mulher disse que o homem era alto, negro e estava de camisa escura e bermuda. A vítima estuprada foi socorrida e levada pelo Corpo de Bombeiros a uma unidade de saúde com vários machucados no rosto, corpo e suspeita de traumatismo craniano.  

Ela foi amarrada pelo homem que fugiu levando seus documentos e celular. A mulher contou aos policiais que atenderam a ocorrência que tinha visto o autor no dia anterior em um bar nas proximidades.

Armado com uma faca invadiu a sua casa, a amarrou e a estuprou além de agredi-la causando vários ferimentos na cabeça. Ela foi socorrida com suspeita de traumatismo craniano devido às agressões. Uma vizinha contou que estava voltando para casa quando viu a mulher na janela pedindo por socorro. 

Ela estava trancada e com uma corda no pescoço. Outro morador da região contou que ouviu barulhos e gritos, mas pensou que era de uma igreja próxima ou até mesmo da rua. 

Jornal Midiamax