Polícia

Advogado está entre os presos do PCC em operação da Polícia Federal

Foram presos quatro brasileiros durante a deflagração da operação da Polícia Federal em conjunto com om Sena, em Pedro Juan Caballero na fronteira com Ponta Porã a 346 quilômetros de Campo Grande, na manhã desta quinta-feira (11), contra a facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital). Foram presos Pedro Martins Aquino, um advogado atuante em […]

Thatiana Melo Publicado em 11/02/2021, às 07h51 - Atualizado às 11h02

None

Foram presos quatro brasileiros durante a deflagração da operação da Polícia Federal em conjunto com om Sena, em Pedro Juan Caballero na fronteira com Ponta Porã a 346 quilômetros de Campo Grande, na manhã desta quinta-feira (11), contra a facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

Foram presos Pedro Martins Aquino, um advogado atuante em Dourados, Luiz Guilherme Dutra Toppam, Rafael Sancanari e Laura Velasca David Castilho. A operação tem como alvo propriedades usadas pela facção para o tráfico de drogas em esconderijos. Seis imóveis são alvos da polícia, entre eles, o pertencente ao líder do PCC, Giovanni Barbosa da Silva, o ‘Bonitão’.

Carros pertencentes a facção foram apreendidos, assim como, vários pés de maconha que eram cultivados em um laboratório em um dos imóveis da facção criminosa. A operação tenta atingir as bases operacionais da facção na fronteira.  A polícia está na busca de capturar os líderes e gerentes da facção, responsáveis por grande parte dos eventos violentos que vêm ocorrendo na fronteira.

Em um dos imóveis, os policiais encontraram grande quantidade de pés de maconha em um laboratório montado pelos criminosos.

Jornal Midiamax