Polícia

Tiroteio na fronteira de MS termina com um policial ferido e outro morto por pistoleiros

Um policial morreu e outro ficou ferido em confronto ocorrido na manhã desta quarta-feira (02), em uma fazenda localizada na zona rural de Capitán Bado, município paraguaio que fica na fronteira com Coronel Sapucaia, a 380 quilômetros de Campo Grande. Informações preliminares são que os dois agentes do GEO (Grupo Especial de Operações) da Polícia […]

Renan Nucci Publicado em 02/12/2020, às 13h31 - Atualizado às 13h57

Local onde fica a fazenda em que ocorreu o ataque. Foto: Capitan Bado
Local onde fica a fazenda em que ocorreu o ataque. Foto: Capitan Bado - Local onde fica a fazenda em que ocorreu o ataque. Foto: Capitan Bado

Um policial morreu e outro ficou ferido em confronto ocorrido na manhã desta quarta-feira (02), em uma fazenda localizada na zona rural de Capitán Bado, município paraguaio que fica na fronteira com Coronel Sapucaia, a 380 quilômetros de Campo Grande.

Informações preliminares são que os dois agentes do GEO (Grupo Especial de Operações) da Polícia Nacional, unidade equivalente à Polícia Federal do Brasil, faziam a escolta dos moradores da propriedade, que vinham sendo ameaçados de morte por rivais.

Informações preliminares apontam que a fazenda pertence à Aguinaldo Correa Lesma, pecuarista assassinado no ano passado supostamente por Gerardo Sánches, o Kelai, filho de um conhecido traficante da região. Os familiares de Lesme eram ameaçados.

Por este motivo, a equipe policial fazia a escola deles no local, quando foram atacados por desconhecidos que carregavam armas de grosso calibre. Os fatos aumentam a tensão na fronteira desde investidas do PCC (Primeiro Comando da Capital) contra Fahd Jamil.

Jornal Midiamax