Polícia

‘Te empurro’: Interno de Unei onde 26 fugiram ameaça agente de morte

Na tarde de quinta-feira (2), foi registrado boletim de ocorrência contra um interno da Unei (Unidade Educacional de Internação) Dom Bosco, que teria ameaçado um agente. Há exatos 18 dias, em 16 de dezembro, 26 internos se evadiram daquela unidade após simularem uma briga e agredirem agentes. Conforme o boletim de ocorrência registrado pelo agente, […]

Renata Portela Publicado em 03/01/2020, às 10h07 - Atualizado às 17h17

Unei Dom Bosco (Arquivo, Midiamax)
Unei Dom Bosco (Arquivo, Midiamax) - Unei Dom Bosco (Arquivo, Midiamax)

Na tarde de quinta-feira (2), foi registrado boletim de ocorrência contra um interno da Unei (Unidade Educacional de Internação) Dom Bosco, que teria ameaçado um agente. Há exatos 18 dias, em 16 de dezembro, 26 internos se evadiram daquela unidade após simularem uma briga e agredirem agentes.

Conforme o boletim de ocorrência registrado pelo agente, o autor de 18 anos começou a gritar da cela “Ninguém respeita meu direito! Eu quero liberdade! Eu tô chapado de cadeia!”. Em seguida o agente foi tentar controlar a gritaria, momento em que o rapaz começou a fazer ameaças.

“Na rua se eu te encontrar eu te empurro”, disse o interno. Empurrar é um termo usado para ameaça de morte. O jovem ainda teria dito que sabia onde encontrar o agente e a família dele. O inspetor foi chamado e o caso foi registrado na delegacia como ameaça, resistência e desacato.

Evasão e recapturas

Conforme apurado pelo Midiamax junto à Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), nove dos 26 internos da Unei Dom Bosco que se evadiram foram recapturados até o momento. A fuga aconteceu na madrugada do dia 16 de dezembro, após os internos simularem uma briga.

Um agente ainda chegou a ser algemado, espancado com uma barra de ferro e teve produto químico jogado nos olhos. “Vivemos momentos de terror”, relatou o agente de 50 anos que há 19 trabalha nas unidades de Campo Grande.

Ele contou que os adolescentes do Pavilhão B simularam que um deles era espancado e os agentes de plantão, 5 no total, foram intervir. “Quando chegamos na cela, o cadeado já estava aberto”, contou.

Logo após a evasão um dos jovens foi recapturado. Os outros oito foram localizados escondidos em diversos pontos da cidade.

Jornal Midiamax