Polícia

‘Sou militar’: Jovem se nega a encerrar partida de futebol com aglomeração e é detido

Na tarde de sexta-feira (28), jovem de 19 anos foi detido no Tarumã, após se negar a encerrar uma partida de futebol com aglomeração. Ele ainda desacatou os guardas, dizendo que eles não tinham autoridade e não poderiam fazer nada, já que ele era militar. Conforme o boletim de ocorrência, a equipe da GCM (Guarda […]

Renata Portela Publicado em 29/08/2020, às 06h38 - Atualizado em 30/08/2020, às 07h21

Caso foi registrado na Depac Cepol (Arquivo, Midiamax)
Caso foi registrado na Depac Cepol (Arquivo, Midiamax) - Caso foi registrado na Depac Cepol (Arquivo, Midiamax)

Na tarde de sexta-feira (28), jovem de 19 anos foi detido no Tarumã, após se negar a encerrar uma partida de futebol com aglomeração. Ele ainda desacatou os guardas, dizendo que eles não tinham autoridade e não poderiam fazer nada, já que ele era militar.

Conforme o boletim de ocorrência, a equipe da GCM (Guarda Civil Municipal) foi chamada para ir até o local onde havia aglomeração de pessoas. Ainda foi denunciado que várias pessoas jogavam bola, enquanto outras fumavam narguilé e outras ainda usavam drogas ali.

Assim, os guardas foram até a região e várias pessoas se dispersaram, mas o jovem disse “Olha aqui a bola, podem voltar, ou estão com medo? Eles não podem fazer nada, porque não são autoridades”. Após a ofensa aos guardas, ele foi orientado a sair dali.

No entanto, o rapaz ainda disse que não iria sair nem entregaria a bola, porque os guardas não poderiam fazer nada com ele, “porque sou militar”. Ele acabou detido e levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol, onde foi autuado pelo desacato.

Jornal Midiamax