Polícia

‘Completar renda’: Sargento do Exército é preso ao fazer entrega de LSD em Campo Grande

Foi preso nesta quinta-feira (12), no bairro Rita Vieira, em Campo Grande, por equipes da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico), um sargento do Exército de 24 anos que estava traficando LSD. Ele estava fardado quando fazia uma entrega. Equipes da Denar já tinham recebido a informação do tráfico que estava sendo feito pelo […]

Thatiana Melo Publicado em 13/11/2020, às 09h29 - Atualizado às 15h21

(Ilustrativa)
(Ilustrativa) - (Ilustrativa)

Foi preso nesta quinta-feira (12), no bairro Rita Vieira, em Campo Grande, por equipes da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico), um sargento do Exército de 24 anos que estava traficando LSD. Ele estava fardado quando fazia uma entrega.

Equipes da Denar já tinham recebido a informação do tráfico que estava sendo feito pelo militar, e nesta quinta (12) montaram uma campana esperando ele sair de casa para fazer a abordagem. Durante a abordagem foi percebido pelos policiais, que no Toyota Etios estava o sargento, sua esposa e o enteado de 3 anos.

Em uma bolsa encontrada no lado da passageira, os policiais localizaram LSD ecstasy que ele estava indo entregar a um cliente. Segundo o sargento, que trabalha como mecânico de aeronaves no Exército, ele passou a vender drogas sintéticas para aumentar a renda e que sua esposa não sabia o que ele fazia. Na casa do militar, os policiais encontraram haxixe e cocaína.

Segundo o depoimento do sargento, ele comprou as drogas há 2 meses no Rio de Janeiro e pagou R$ 10 mil. O militar ainda afirmou que conheceu um traficante pela internet e passou a fazer negócios com ele para a venda de droga em Campo Grande. Nesta sexta (13), o sargento passa por audiência de custódia onde deve ou não ser determinada a sua prisão.

Jornal Midiamax