Polícia

Rixa antiga provocou morte de mulher com sete facadas em Campo Grande

Uma rixa antiga seria a causa do assassinato de Sandra Aparecida Souza Mendes de 51 anos, no bairro Taquarussu, em Campo Grande. Ela foi esfaqueada 7 vezes pela autora que acabou presa depois de ser levada para atendimento médico na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da região. A autora identificada como Bruna Fernanda, de 23 […]

Thatiana Melo Publicado em 02/09/2020, às 06h16 - Atualizado às 12h09

Sandra morreu no local antes da chegada do socorro
Sandra morreu no local antes da chegada do socorro - Sandra morreu no local antes da chegada do socorro

Uma rixa antiga seria a causa do assassinato de Sandra Aparecida Souza Mendes de 51 anos, no bairro Taquarussu, em Campo Grande. Ela foi esfaqueada 7 vezes pela autora que acabou presa depois de ser levada para atendimento médico na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da região.

A autora identificada como Bruna Fernanda, de 23 anos, foi presa e deve ser levada depois da audiência de custódia desta quarta-feira (2) para o Presídio Feminino Irmã Irma Zorzi, na Capital. Informações passadas pelo delegado Nilson Friedrich é de que as duas mulheres tinham uma rixa antiga e na noite de terça-feira (1º) houve uma briga na quitinete onde viviam.

As duas estavam armadas com faca e se esfaquearam, sendo que Sandra foi ferida por 7 vezes no rosto e no tórax morrendo no local antes da chegada do socorro, e a autora teve alguns ferimentos superficiais, sendo socorrida e levada para uma unidade de saúde e depois de ser medicada foi levada para a cela da delegacia. As facas usadas no crime foram apreendidas pela perícia.

Jornal Midiamax