Polícia

Preso é flagrado no centro de Campo Grande vendendo joia de prata furtada

Preso de 27 anos, monitorado por tornozeleira eletrônica, foi flagrado vendendo joia de prata nesta quinta-feira (14), na Rua 14 de Julho, no centro de Campo Grande. A partir da prisão dele, foi possível chegar a mais dois suspeitos de receptação de materiais furtados. A ação foi realizada pela Deco (Delegacia Especializada de Combate ao […]

Renan Nucci Publicado em 16/07/2020, às 20h48

(Ilustrativa)
(Ilustrativa) - (Ilustrativa)

Preso de 27 anos, monitorado por tornozeleira eletrônica, foi flagrado vendendo joia de prata nesta quinta-feira (14), na Rua 14 de Julho, no centro de Campo Grande. A partir da prisão dele, foi possível chegar a mais dois suspeitos de receptação de materiais furtados. A ação foi realizada pela Deco (Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado).

Conforme apurado, após denúncia, a polícia descobriu o rapaz de 27 anos com a joia no centro da cidade. Questionado, ele informou ter comprado de um usuário por R$ 20, na região do Portal Caiobá. Com base nas informações colhidas com ele, os policiais foram ao bairro para mais diligências, onde notaram que um suspeito correu para dentro de uma borracharia ao avistar a viatura.

Ele foi abordado e identificado como um homem de 38 anos, foragido da prisão. O indivíduo estava com um óculos de sol furtado, relacionado à mesma ocorrência da joia de prata. Na borracharia estava ainda uma mulher 26 anos, também presa monitorada por tornozeleira eletrônica. No pescoço, ela usava uma corrente de prata furtada juntamente com o óculos e a outra joia.

Diante dos fatos, os policiais apreenderam ainda no local dois pares de óculos, relógios, quatro correntes, um anel, um brinco e um notebook. Os três envolvidos foram encaminhados à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Cepol (Centro Especializado de Polícia Integrada), juntamente com um quarto homem, que não tinha ligação com a receptação, mas que estava com mandado de prisão em aberto.

Jornal Midiamax