Polícia

PMA aplica multa por desmatamento de Mata Atlântica em MS

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Amambai autuou mais um infrator por desmatamento ilegal de vegetação protegida do bioma Mata Atlântica. De acordo com a polícia, depois de uma autuação em Aral Moreira por desmatamento de vegetação no bioma de Mata Atlântica, policiais de Amambai realizaram fiscalização ambiental em uma fazenda neste município e autuaram […]

Diego Alves Publicado em 27/08/2020, às 23h23 - Atualizado às 23h24

Divulgação, PMA
Divulgação, PMA - Divulgação, PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Amambai autuou mais um infrator por desmatamento ilegal de vegetação protegida do bioma Mata Atlântica. De acordo com a polícia, depois de uma autuação em Aral Moreira por desmatamento de vegetação no bioma de Mata Atlântica, policiais de Amambai realizaram fiscalização ambiental em uma fazenda neste município e autuaram mais um proprietário rural por crime ambiental de desmatamento sem autorização ambiental, na sua fazenda, localizada a 11 km da cidade.

De acordo com a polícia, o autuado desmatou uma área de vegetação nativa de 0,34 hectare de área de Mata Atlântica, bioma protegido pela Lei Federal 11.428/2006, sem licença do órgão ambiental. O desmatamento ocorrera há algum tempo e somente parte da vegetação arbustiva estava no local e a madeira já havia sido explorada. As atividades foram interditadas.

Diante da infração, o pecuarista (74), residente em Amambai, foi autuado administrativamente e multado em R$ 5.500,00. O proprietário rural também responderá por crime ambiental. A pena é de um a três anos de detenção. Ele foi notificado a apresentar plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental.

Jornal Midiamax