Polícia

Paraguai apreende 835 peças para montar fuzis enviadas de avião dos EUA

Ação conjunta entre a Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) e outras forças de segurança do Paraguai, como a Dimabel (Diretoria de Material Bélico), Dinac (Direção Nacional de Aeronáutica) e Aduanas, resultou na apreensão de 835 peças para montar fuzis na quinta-feira (19). O armamento foi enviado de avião do Estados Unidos e apreendido no aeroporto Guarani, […]

Renan Nucci Publicado em 20/03/2020, às 15h48

Armamento apreendido pelas autoridades do Paraguai. Foto: Senad
Armamento apreendido pelas autoridades do Paraguai. Foto: Senad - Armamento apreendido pelas autoridades do Paraguai. Foto: Senad

Ação conjunta entre a Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) e outras forças de segurança do Paraguai, como a Dimabel (Diretoria de Material Bélico), Dinac (Direção Nacional de Aeronáutica) e Aduanas, resultou na apreensão de 835 peças para montar fuzis na quinta-feira (19). O armamento foi enviado de avião do Estados Unidos e apreendido no aeroporto Guarani, em Cidade do Leste.

A suspeita é de que o material pertenceria ao crime organizado que atua nas fronteiras e, muito provavelmente, foi encaminhado ao Brasil, para fortalecer facções como o PCC (Primeiro Comando da Capital) e o CV (Comando Vermelho). A ação foi resultado de uma fiscalização em carregamento suspeito, a partir de denúncia anônima.

Em uma aeronave havia nove caixas com 835 componentes como coronhas, miras, canos, carregadores e outras peças que compõem fuzis. O Ministério Público do Paraguai descobriu que o material estava vinculado ao nome de um cidadão do país. O objetivo agora, é tentar localizá-lo e descobrir o destino da mercadoria.

Jornal Midiamax